Posted By on Jul 12, 2022

Temas e debates na Casa da Malta
– A Comunicação nos Descobrimentos
com Carlos Castilho Pais

EMACO


Temas e debates na Casa da Malta
– A Comunicação nos Descobrimentos
com Carlos Castilho Pais

  • No próximo dia 19 de Julho, na sede da Espaço e Memória (Rua dos Lagares da Quinta, em Oeiras), com recepção a partir das 17h30 e início da sessão pelas 18 horas, Carlos Castilho Pais falar-nos-á da Comunicação nos Descobrimentos Portugueses. Dando a palavra ao autor:

«Após breves considerações sobre o título e o âmbito desta palestra, trataremos dos seguintes temas, procurando sempre ajustá-los à linha temporal na qual se desenvolveram os Descobrimentos e a Expansão:

            – a necessidade de comunicação com o outro;

            – o uso de formas rudimentares de comunicação;

            – o recrutamento do ‘língua’ (intérprete).

De seguida, tentaremos identificar os principais protagonistas da comunicação na África, na Ásia e no Brasil durante o período dos descobrimentos portugueses (1445 – 1578), descrevendo, sempre que possível, as suas origens, o trabalho realizado por cada um, bem como outros serviços que prestaram e a quem os prestaram

  • Alguns dados curriculares de Carlos Castilho Pais:

Doutor em Estudos Portugueses, Carlos Castilho Pais foi professor em estabelecimentos do Ensino Secundário, do Ensino Politécnico e do Ensino Universitário, do qual é jubilado.
Tem dedicado a sua actividade científica – publicada em Portugal e no estrangeiro (Espanha, França, Brasil) – ao estudo da comunicação em geral, da literatura e da tradução. Foi o primeiro presidente da Associação Ibérica de Estudos de Tradução e Interpretação (AIETI) e fez parte do conselho editorial de algumas revistas sobre tradução.
Fruto da sua actividade científica sobre a tradução, publicou, entre outras obras, as seguintes:

  • Teoria Diacrónica da Tradução Portuguesa – Antologia (Séc. XV-XX), Lisboa, Universidade Aberta, 1997;
  • Apuntes de Historia de la Traducción Portuguesa, Valladolid, Editorial Universidad de Valladolid, Vertere, 2005;
    – Em Português, Crónicas sobre Tradução/In Portuguese, Chronicles about Translation, Lisboa, Colibri, 2019.
    Carlos Castilho Pais tem-se dedicado também ao estudo e escrita da poesia e coordena a revista (online) PoesiaPlural. São da sua autoria as seguintes obras:
  • Descolonização (poesia), 2016;
  • A la luz de la flor del Almendro/ À luz da flor da amendoeira (em parceria com Gregorio Muelas Bermúdez), (poesia), 2017;
  • Canto Português, (poesia), 2021;
  • Introdução à escrita do poema, (ensaio), 2022.

 

2 Comments

  1. Bom dia

    Gostaria de participar no evento agendado para dia 19 de Julho.
    Cumprimentos
    Paula Lima

    Post a Reply
    • Esta nossa sessão é aberta, pelo que está à vontade para comparecer na nossa sede (que se situa nas traseiras do Centro de Saúde de Oeiras), no dia 19 de Julho, a partir das 17h30. Obrigado pelo interesse.

      Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.